LiteraTamy

Tópicos recentes


Categorias


Meta


LiteraTamy


Publieditorial10

UMA FORMA DE CURA

Um dos mais encantadores atributos da literatura é seu potencial transformador. Os livros já se provaram capazes de converter o feio em bonito, o longe em perto e o errado em correto – bem como o contrário. No caso de Uma forma de cura, livro de estreia de Luiza Provedel, o que a arte literária faz é transmudar o passado em lentes para o [...]

Tamy GhannamTamy Ghannam

A ÁRIA DAS ÁGUAS

Segundo o Dicionário Informal da Língua Portuguesa, um dos modos de definir ária seria “parte da música de uma ópera composta para ser cantada ou recitada por somente uma pessoa (solista)”. Nesse sentido, a presença da palavra no título de A ária das águas (Patuá, 2018) é duplamente certeira pela relação que estabelece com o [...]

Tamy GhannamTamy Ghannam

SANGRADOURO

Sangradouro (2018) é um livro de contos ambientados no Rio Grande do Sul, cujo cenário principal é a cidade imaginária de San Servando. Ao retomar episódios da história de construção do sul do país, inclusive pelo resgate de figuras reais como personagens ativos ou aludidos em seus contos, Martim César recupera as raízes históricas da [...]

Tamy GhannamTamy Ghannam

A DURAS PENAS

“Quem nasceu primeiro: o ovo ou a galinha?” A pergunta fundamental. Interessa menos a solução do enigma do que a reflexão em si. O fato é que as aves têm simbolizado dilemas e inquietações essencialmente humanas, indicando que talvez sejamos mais próximos dos pássaros do que nossas diferenças ostensivas nos permitem intuir. É nessas [...]

Tamy GhannamTamy Ghannam

DOIS LIVROS DE BRAD CROWLEY

Inspirado em autores como Agatha Christie e Stieg Larsson, o paulistano Sergio de Macedo Soares escreve livros policiais sob o pseudônimo de Brad Crowley. Seja no cotidiano contemporâneo ou no passado mesopotâmico, nas narrativas de Crowley o mistério e a tensão se instauram com a mesma intensidade. A partir da banalidade de mais uma [...]

Tamy GhannamTamy Ghannam

ÁGUA FRIA E AREIA

Água fria e areia (2018, Lamparina Luminosa) é um desromance de início promissor, cujas promessas não só se cumprem como superam as possíveis expectativas. Começando in media res, a narrativa demonstra logo de cara ser autêntica e instigante, ainda que seu raio de alcance seja bastante específico: ele circunda a brasileira Caroline e o [...]

Tamy GhannamTamy Ghannam

DIÁRIO DA CASA ARRUINADA

A nota introdutória do Diário da casa arruinada (Penalux, 2017) se localiza nos limites entre a realidade e a ficção. Nela, um autor (que pode tanto ser Tiago Feijó quanto um personagem ficcional) afirma que o caderno que intitula o romance foi encontrado dentro de uma casa em ruínas e reproduzido com fidedignidade nas páginas que [...]

Tamy GhannamTamy Ghannam

TRAVESSURAS DA MINHA MENINA MÁ

Inspirada na icônica obra do escritor peruano Mario Vargas Llosa, a trilogia brasileira Travessuras da minha menina má é uma narrativa em primeira pessoa que descreve a passagem de sessenta e nove anos da história do protagonista Victor, em cujo caminho surge a chilenita Maria Eduarda, dotando de valor a trajetória de um indivíduo em [...]

Tamy GhannamTamy Ghannam

AS BRUXAS DO LAGO LÉMAN

Serendipidade: a faculdade ou o ato de descobrir algo agradável por acaso; algo descoberto fortuitamente. É justamente sobre essas descobertas afortunadas feitas sem querer que edifica-se e desenvolve-se o romance As bruxas do lago Léman. A narrativa lacustre de Flávio Dias gira em torno de dois lagos principais: Léman, na Suíça – região [...]

Tamy GhannamTamy Ghannam