LiteraTamy
LiteraTamy

outubro 2017
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Categorias


LiteraTamy

Fisiologia da idade

Tamy GhannamTamy Ghannam
lisias

  Chegam os quarenta anos e com ele os famigerados problemas da meia idade, que motivam a escrever algo diferente, afastar-se dos contos produzidos até então. Essa é a premissa de Fisiologia da idade, mais uma autoficção de Ricardo Lísias, conhecido por produções que encaixam-se no gênero. A partir da escrita, ele realiza um trabalho fisiológico de seus primeiros anos e de como estes culminariam no autor que se tornou em quatro décadas. Incapaz de percorrer caminhos distintos dos habitualmente percorridos, o narrador metódico passeia por campos já conhecidos e acaba produzindo justamente aquilo que inicialmente pretendia evitar: um conto. E ele não nega perceber o paradoxo, mas o transforma em matéria reflexiva, escrevendo e julgando o escrito com a insatisfação característica das crises.

  Assim, como quem procura a raiz dos problemas, Lísias rememora acontecimentos da juventude, distingue semelhanças entre ele e familiares e retoma os primórdios de sua trajetória literária, recomendando especialmente histórias em quadrinhos que o instigavam. O problema dessas reminiscências e reflexões é que elas pareceram ser escritas do autor e para o autor, incompreensíveis, desinteressantes ou até insignificantes àqueles que não o conhecem ou que não estiveram em contato com o mesmo universo. Estão oferecidas no livro algumas das tirinhas lidas pelo escritor, reproduzidas pela metade, certamente para provocar no leitor algum tipo de curiosidade ou admiração pelo que poderia ser considerado ousado, mas que não passa de um recurso gratuito, sem consequências efetivas ao desenvolvimento do texto, válido apenas pelo excelente elenco de quadrinistas recuperados.

  No entanto, Ricardo Lísias não é responsável pelo que enxergamos e faz questão de o afirmar com todas as palavras. Ele assume o ódio que sente pelo leitor que o classifica como ególatra por preferir a autoficção. Essa é uma posição no mínimo interessante: reconhecer o ledor como um tipo possivelmente avesso aos seus escritos e responder a ele de antemão com uma suposta indiferença que beira o rancor. Não vemos com frequência tal escancaramento. Mais interessante ainda é notar que essa crítica não se resume ao público que lê, mas estende-se aos que escrevem, a escritores brasileiros, como ele, que criam passados miseráveis para expressar um progresso conquistado com suor e ardor, muitas vezes exagerados ou mesmo falsos. Ricardo Lísias não tem essa pretensão. Em Fisiologia da idade não cabem inventividades, adornos e demasias. O autor é o que é, sua crise e sua literatura são o que são, e ele não tenciona alterá-las pela escrita, apenas descobri-las através dela.

ricardolisias
Créditos da imagem
A fotografia foi retirada do seguinte link <http://www.premiosaopaulodeliteratura.org.br/blog/ricardo-lisias-lanca-novo-livro/>

“Já escrevi em outro lugar: se não for para descobrir a minha própria personalidade, não vejo sentido na literatura. A palavra mais importante para um artista é auto-revelação”.

  Então, talvez não seja um problema que o longo conto aparente ser dirigido de Lísias a Lísias, mas justamente a solução que ele procurava alcançar pelos meios literários. Expor a si mesmo e as mudanças que o acompanharam com o passar dos anos pela recuperação de memórias era o que o autor planejava fazer, e o fez. Pelo menos é o que ele diz. O papel do leitor nesse processo é fundamental. Cabe a ele ser convencido por Ricardo Lísias ou não. Eu não saí convencida. E você?

ONDE ENCONTRAR?

egalaxia

  O livro foi publicado pela editora e-galáxia, cujo lema é “Mais livros, menos papel”, ou seja: ele está disponível apenas em formato digital e pode ser acessado por diversas plataformas de leitura, inclusive pelo computador com sistema Windows, o que é bom para o planeta e também para no nosso bolso, não é mesmo? Comprando pela Amazon neste link, você ajuda o LiteraTamy sem gastar nada a mais por isso.

Tamy Ghannam – LiteraTamy
(contato@literatamy.com)

20 anos, São Paulo, Letras. Apaixonada por literatura, compartilhando experiências literárias através da internet.

Comentários 0
Atualmente não há comentários.