LiteraTamy
LiteraTamy

outubro 2017
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Categorias


LiteraTamy

Enclausurado

Pedro GuimarãesPedro Guimarães

 enclausurado Enclausurado é o mais novo livro do escritor inglês Ian McEwan, publicado no Brasil pela Editora Companhia das Letras, com tradução de Jorio Dauster. Nele, o autor, com sua leveza narrativa costumeira, compõe um romance de tom policial, valendo-se de um procedimento inovador: um feto narrador.

  Este narrador ainda por nascer possibilita o relatar da história de uma perspectiva interior, isto é, um outro acesso à realidade. A condição uterina oferece a quase-onisciência da facticidade do mundo, além do poder de experimentar em conjunto as sensações e sentimentos de sua progenitora. Faz-se assim uma simbiose entre narrador e personagem ao aspecto de um “grande outro” lacaniano. Sendo parte da mãe, o feto compreende as situações mas não pode agir de modo a expurgar o que considera indesejado. Ele é testemunha de uma trama macabra, na qual não pode interferir.

  A elaboração de um feto-narrador por McEwan corrobora a teoria de “uterização” da vida semeada por Peter Sloterdijk. Segundo o filósofo alemão, as sociedades modernas são tentativas de reprodução exterior de uma realidade íntima pré-nascimento, e a intersecção das esferas externo/interno é o grande pilar de sustentação da subjetividade. Sendo feto, o narrador adquire a comodidade de viver sem culpa, ou ainda, de poder acrisolar o crime planejado contra o pai com o seu nascer, assim constituindo a sua subjetividade. A narrativa de McEwan é a extensão do sujeito à condição pré-natal.

Ouvi dizer que, faz muito tempo, a dor gerou a consciência. Para evitar danos graves, uma simples criatura precisa desenvolver os estímulos e incentivos de um circuito subjetivo, de uma experiência anterior. Não apenas uma luz vermelha de alerta na mente – quem estará lá para vê-la? -, mas um acicate, uma dor, algo que machuca. A adversidade nos obrigou a ter essa capacidade de percepção, e funciona, ela nos aferroa quando nos aproximamos demais do fogo, quando amamos demais. Essas sensações são o começo da invenção do eu.

  Destaco ainda, como um grande mérito do autor, o jogo duplo produzido pelo nome da obra: enclausurado. Num primeiro momento, ela se refere à condição do feto enclausurado às entranhas maternas, estendendo-se ao encarceramento de Trudy à Claude, ou à responsabilidade desta em relação ao projeto de assassinato do ex-marido. Há ainda o aprisionamento de John à sua condição de poeta e marido fracassado. E, por fim, a obra é uma tese sobre o confinamento dos sujeitos contemporâneos às diversas contingências do mundo.

  Assim, não há que se dizer que Enclausurado de McEwan é um mero romance policial. A trama investigatória está a serviço de um estudo sobre a condição humana em todas suas fases, do útero até a morte.

Pedro Guimarães (contato@literatamy.com)

Assista também ao vídeo sobre o livro no canal LiteraTamy:

ONDE COMPRAR?

enclausurado 

Comprando por este link, você ajuda o LiteraTamy sem gastar nada a mais por isso.

Comentários 0
Atualmente não há comentários.