LiteraTamy
LiteraTamy

dezembro 2017
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Categorias


LiteraTamy

A Primavera da Pontuação

Tamy GhannamTamy Ghannam

  A Primavera Árabe marca uma série de manifestações que ocorreram no mundo árabe contra as opressões e censuras que o acometiam. Insatisfeita com a situação em que estava, a população árabe teve como estopim e mártir um jovem tunisiano que ateou fogo ao próprio corpo como forma de protesto. Procedimento semelhante é o que acontece no livro de Vitor Ramil, mas a diferença é que as personagens de sua história são os elementos da gramática da nossa língua brasileira. Logo, o responsável pelo início da Primavera da Pontuação é justamente um ponto final que, atropelado por uma palavra-caminhão, gera comoção em todo o universo do qual faz parte.

  Diante do acontecimento, a revolta vai tomando conta de cada um dos elementos gráficos e atinge até mesmo as mais elevadas construções gramaticais, desde as vírgulas e asteriscos até as imponentes irmãs próclise, ênclise e mesóclise. Demonstrando ser grande conhecedor da nossa língua, o autor brinca com seus componentes criando neologismos e divertidos duplos sentidos sem deixar de construir forte crítica social e reflexões acerca do uso da linguagem e dos preconceitos linguísticos.

  Assim como na real Primavera Árabe, na Primavera da Pontuação os meios de comunicação possuem papel importante na propagação de fatos e ideais, sejam eles dignos ou não, bem como a religião e sua capacidade de auxiliar aqueles que necessitam através da remissão e da reflexão, comparecendo também a hipocrisia de alguns líderes religiosos. Além disso, é impossível não notar o irônico papel dos arabismos linguísticos e números arábicos muitas vezes extremistas e maiores responsáveis pela revolução.

  De fato, não são poucos os mecanismos da nossa língua e às vezes é possível se perder em meio a tantas referências, mas foi pensando nisso que o autor dispôs uma Glosação ao final do livro que nos ajuda em nossa localização e a compreender certas anedotas criadas por ele. A personificação dos elementos nos aproxima deles e se distancia da visão elevada que temos da norma culta da língua, já que ela é representada como sendo composta de facetas tão distintas como as que compõem os seres humanos.

  Talvez o que mais impressione em A Primavera da Pontuação é o seu projeto gráfico, criado por Gabriela Castro e Nathalia Cury. Lançado pela editora Cosac Naify, o livro é repleto de elementos gráficos em destaque, a começar pela capa e permanecendo por toda a obra. Trata-se de uma ótima ideia e cartão de visitas para a história.

  Em suma, A Primavera da Pontuação é um livro indispensável aos amantes da língua portuguesa, dotado de ironia, críticas sociais e grandes metáforas que exigem do leitor concentração e bom humor, mas oferecendo em troca um ótimo mergulho no oceano que é o nosso idioma.

primavera

COMPRE O LIVRO por este link e ajude o LiteraTamy sem gastar nada a mais por isso!

Tamy Ghannam

(contato@literatamy.com)

20 anos, São Paulo, Letras. Apaixonada por literatura, compartilhando experiências literárias através da internet.

Comentários 3
  • Natalia Assarito
    Publicado em

    Natalia Assarito Natalia Assarito

    Tamy, finalmente achei seu blog! Já estou seguindo. O livro parece ser muito interessante, sou apaixonaaada por lingua portuguesa e a Cosac Naify sempre arrasa!

    Beijos

    http://www.abortoliterario.com/


  • Alexandre Melo
    Publicado em

    Alexandre Melo Alexandre Melo

    Tamy, eu tenho muita vontade de ler esse livro faz um tempo, mas me diz uma coisa: eu não sou tão bom em gramática ou regras de português, já que minha formação é História… será que ficarei confuso em algum ponto da leitura?
    Abraços!
    Alexandre do blog Do Que Eu Leio
    @_alexandremelo


  • O Que Tem Na Nossa Estante
    Publicado em

    O Que Tem Na Nossa Estante O Que Tem Na Nossa Estante

    Eu amo a musica do Vitor Ramil, apesar de ser nordestina, minha amiga Ana gaucha me apresentou ele através da música "Noite de São João" feita com a letra do poema homônimo de Fernando Pessoa… Foi amor a primeira vista, nunca ouvir algo desse homem que não fosse INCRÍVEL. Por isso coloquei esse livro na minha lista de desejos, mas queria ler uma resenha e a sua me fez desejar ele ainda mais.

    Pandora
    O que tem na nossa estante